Tomie Vol. 2 De 2 (Português) Capa comum

  • $64.90


Podem matá-la quantas vezes quiserem, que ela ainda assim ressurgirá neste mundo, mais bela do que nunca. Ninguém sabe ao certo quem ou o que ela é, mas uma coisa é certa: se você se deparar com Tomie Kawakami, seu destino estará selado... e ele não poderia ser mais aterrador! Por trás de um rosto fascinante, realçado por uma única pinta debaixo do olho esquerdo, esconde-se um mal terrível. Um mal sedutor, capaz de enfeitiçar os homens e levá-los a cometer o mais hediondo dos atos: o assassinato. Mas como explicar o fato macabro de que a vítima desse instinto homicida é a própria Tomie? Eles a matam, matam e matam, mas o mundo nunca estará livre de Tomie. Deixando um rastro de loucura e cadáveres, essa misteriosa beldade morrerá e matará incontáveis vezes. Serializada originalmente no Japão de 1987 a 2000, esta é a primeira obra do mestre dos mangás de horror Junji Ito, vencedora do prêmio Kazuo Umezu, em 1989, e tida como uma das mais influentes de seu gênero no Japão. Desde o seu lançamento, Tomie gerou um culto de fervorosos fãs e foi adaptada para nove filmes, com mais um em produção, e até hoje é elogiada por críticos em todos os países onde é republicada. O mangá agora é apresentado aos brasileiros em uma coleção fechada em dois volumes de 376 páginas, com ilustrações de capa das edições japonesas da The Junji Ito Collection Masterpiece, sobrecapa com verniz localizado, papel polén de alta gramatura, miolo colado e costurado para o melhor manuseio na leitura, e marcadores de página diferentes em cada edição. Uma obra obrigatória para todos os colecionadores de quadrinhos. Detalhes do produto
Editora : Pipoca e Nanquim (19 março 2021)
Idioma : Português
Capa comum : 376 páginas
ISBN-10 : 6586672384
ISBN-13 : 978-6586672381
Idade de leitura : 16 anos e acima Descrição do produto
Sobre o Autor
Nascido na cidade de Gifu, Japão, em 1963, Junji Ito trabalhou como técnico de próteses dentárias antes de abraçar a carreira de autor de mangás de horror, nos quais se especializou. Sua primeira obra na área editorial foi Tomie, publicada a partir de 1987. Este título, além de receber uma menção honrosa na primeira edição do Prêmio Umezu, instituído para destacar os melhores trabalhos do gênero, abriu as portas para que conquistasse muitos leitores por meio de histórias incômodas, estranhas e perturbadoras, amparadas por uma arte chocante e sem paralelos. Outros de seus grandes trabalhos incluem Uzumaki, Gyo e Remina, além de coletâneas como Fragmentos do Horror, Shiver e Smashed. Em 2019, ele ganhou o prêmio Eisner na categoria Melhor Adaptação de Outra Mídia ao transpor para os mangás o clássico romance Frankenstein.